ADUFEPE soma forças para a Greve Geral de 14 de junho

Nesta sexta-feira (14), a ADUFEPE se une às centrais sindicais e demais entidades representativas dos trabalhadores na Greve Geral Unificada contra a Reforma da Previdência e em Defesa da Educação. Convocada pelas centrais sindicais, a paralisação tem ponto de encontro no Recife marcado às 14h, no cruzamento da Avenida Guararapes com a Rua do Sol, no bairro de Santo Antônio. Já em Caruaru, os docentes do Centro Acadêmico do Agreste, juntamente a Frente Brasil Popular, irão se encontrar em frente ao Grande Hotel, às 8h.

O presidente da ADUFEPE, Edeson Siqueira, vê esta mobilização como a continuidade de uma série de articulações em defesa da universidade pública, da Educação e contra o desgoverno do Ministério da Educação. “Nós deliberamos em assembleia a paralisação no dia 15 de maio e, devido a grande mobilização, os estudantes chamaram um outro movimento para o dia 30 de maio, que foi extremamente exitoso. Agora vamos fazer uma paralisação, não somente com a pauta da Educação, mas também contra a Reforma da Previdência”, afirma o docente.

Para Edeson, este ato promete ser ainda maior, com a participação de entidades representativas de diversas classes trabalhadoras e do Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE). “Acreditamos que todas as categorias dos trabalhadores, independente de atuar na Educação ou não, irão se juntar e somar forças para protestar contra o descaso com a Educação e a destruição que estão propondo do sistema de seguridade social”, continua, convocando todos os docentes associados a participar do ato.

A mobilização nacional está sendo construída nos sindicatos de diversas categorias em todo o país e tem como objetivo mostrar aos governos e à sociedade, a rejeição popular pela proposta de Reforma da Previdência defendida pelo governo Bolsonaro. Para isso, a ideia dos organizadores é que no dia 14 de junho, todos os locais de trabalho, comércio e repartições públicas sejam paralisados.

Mobilizações 
Junto a outros trabalhadores da Educação, os docentes da UFPE participaram das mobilizações dos dias 15 e 30 de maio, organizadas por entidades da Educação. A do dia 15, levou mais de 2 milhões de pessoas às ruas contra os cortes na educação anunciados pelo governo. No dia 30 de maio, numa nova articulação da Educação, milhares protestaram nas capitais e municípios.

 

Greve Geral Unificada – Recife
Quando: Sexta-feira (14), às 14h
Onde: Encontro da Av. Guararapes com a Rua do Sol, Bairro de Santo Antônio

Greve Geral Unificada – Caruaru
Quando: 
Sexta-feira (14), às 8h
Onde: Em frente ao Grande Hotel,  Av. Rio Branco, 365, Centro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *