Candidatos defendem revogação da EC 95 e fortalecimento da universidade pública

Na tarde desta quarta-feira (12),  os docentes da UFPE e outras representações sociais mostraram para candidatos a deputado federal como desejam a atuação deles no congresso. A ADUFEPE promoveu a Roda de Conversa Que Congresso Nacional Queremos? Quem será por nós? com a mediação do prof. Edeson Siqueira (presidente da ADUFEPE) e participação de Fernando Ferro (PT), Renildo Calheiros (PC do B), Tadeu Alencar(PSB) e Túlio Gadelha (PDT).

Os candidatos responderam três perguntas da plateia sobre Coligações político-partidárias, Teto dos Gastos, SUS e Organizações Sociais (OS). A primeira pergunta rendeu uma importante discussão sobre a necessidade de uma Reforma Política e de mudança na cultura político-partidária do país. Na questão sobre a Emenda Constitucional (EC) 95, que instituiu o Teto dos gastos e congelou os investimentos públicos por 20 anos, todos os postulantes foram incisivos ao se posicionar contra a EC e prometeram lutar por sua revogação. No quesito Saúde, alguns se mostraram favoráveis à utilização de Organizações Sociais, enquanto outros, apoiam o fortalecimento do SUS. Eles também responderam sobre abusos de autoridade no judiciário e representação social.

Na avaliação do presidente da ADUFEPE, além de fomentar o debate, o evento possibilitou a formulação de propostas junto aos candidatos. “ Esse debate proporcionou conhecermos as bandeiras dos candidatos e de seus partidos. Todos assumiram o compromisso de lutar pela revogação da EC 95 e defender o financiamento da Universidade pública e da produção Científica, Tecnológica e Inovação”, comenta o professor Edeson. Na ocasião, a ADUFEPE também levantou a bandeira de luta pela universidade. “ Sugerimos a criação de uma frente parlamentar em defesa da universidade pública por uma política de estado que fomente a CT & I”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *