Pós-graduação em Ciência da Informação completa 10 anos

Para comemorar seu aniversário, o Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação (PPGCI UFPE) realiza, hoje (3), uma programação especial, no auditório da ADUFEPE, que reuniu professores, estudantes e egressos. Participaram da mesa de abertura os docentes Sandra Siebra, coordenadora da PPGCI; Fábio Pinho, ex-coordenador; Murilo Silveira, chefe do departamento de Ciências da Informação e Raimundo Nonato Santos, ex-coordenador.

A atual coordenadora e organizadora do evento, destacou as conquistas do programa que em uma década de existência reúne 127 teses e dissertações. Para continuar avançando, ela destacou a necessidade de reflexão contínua. “É preciso refletir onde queremos chegar, quais desafios temos e precisamos vencer, que parcerias podemos fazer e o que podemos construir juntos”, disse Sandra Siebra.

Fábio Pinho, que também é representante do programa na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), frisou a importância de superar os novos desafios. “Numa comemoração de 10 anos é importante refletir qual o componente qualitativo do programa. É com satisfação que vejo essa comemoração pois não foram 10 anos fáceis, mas estamos construindo uma área”, disse o professor.

Raimundo Santos, que representa a pós no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), destacou a atuação do programa na formação de docentes. “Tudo isso é resultado de um programa que tem dado frutos. Os alunos estão se colocando como professores de diversas universidades”.

Para Murilo Silveira, a participação na CAPES e CNPQ é o reconhecimento da qualidade do programa. “Os resultados que foram alcançados fazem parte do trabalho desenvolvido por todos os professores e egressos e cada um tem dimensão deles”.

Programação – A primeira mesa do evento, intitulada A Construção da Pós-graduação em Ciência da Informação da UFPE, teve a participação de Nair Kobashi da USP, Murilo Silveira, Fábio Pinho e Marcos Galindo que é coordenador do Setor de Documentação e Memória da ADUFEPE. Ele lembrou o início das atividades e citou personagens importantes da memória do programa de pós-graduação, como o bibliotecário Edson Nery, o professor Cavan Mccarthy, a professora Silvia Cortez e a professora Susana Schmidt.

Galindo também relembrou o contexto socioeconômico quando o programa foi criado. “Estávamos diante de um governo popular e nós nos sentimos convidados a pensar e formalizar propostas. A situação econômica do país não era excelente mas o país tinha equilibrado suas contas e tínhamos a sensação de que se a gente plantasse, iríamos colher”, relembra o professor.

Confira toda a programação : 

9h: mesa de abertura

9h30 : mesa redonda:A Construção da Pós-graduação em Ciência da Informação da UFPE –   Nair Kobashi (USP),  Murilo Silveira (UFPE), Marcos Galindo (UFPE), Fábio Pinho (UFPE);

11h30: Café com conversa

11h45: As Pós-graduações do Nordeste: Conquistas e Desafios – Bernardina Freire (UFPB)

12h45: almoço

14h15: Ciência da Informação: Um olhar para o Futuro – Virginia Bentes (UFC/UFPB), Henry Pôncio (ANCIB/UFPB)

15h45: Apresentação cultural;

16h: café comemorativo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *