Professoras de Libras filiam-se à ADUFEPE

Novas filiações levantam debate sobre acessibilidade  

Nesta segunda-feira (13), a ADUFEPE recebeu novas filiações. As professoras Rafaela de Medeiros Korrosy e Williane Virgínia Holanda são as mais recentes sindicalizadas. Elas atuam no Centro de Artes e Comunicação (CAC), no departamento de Letras e trabalham na disciplina de Introdução a Libras.  A filiação delas representa a importância de fomentar a inclusão no sindicato dos docentes.

Um dos motivos que levou a prof. Rafaela Medeiros a se filiar foi a falta de acessibilidade comunicativa no âmbito de trabalho da UFPE. “Queremos ver através da ADUFEPE a garantia do nosso direito de acessibilidade no trabalho e outras necessidades, como a comunicação em Libras”, disse a professora.

Inclusão faz parte da pauta de reivindicações docente e do programa da atual diretoria.  “Acessibilidade é um desafio para a universidade e a ADUFEPE, onde lutamos por melhores condições de trabalho, é um dos espaços mais apropriados para se debater e implementar mudanças que permitam o acesso de professores e estudantes”, disse o professor Edeson Siqueira, presidente da ADUFEPE.

Além de poder votar em importantes instâncias deliberativas da categoria, ao se filiar, os docentes têm direito aos serviços de assessoria jurídica, contábil e trabalhista do sindicato. Também podem desfrutar dos convênios com empresas parceiras, solicitar utilização do auditório para eventos e outros serviços disponíveis na sede, como reprografia por preços acessíveis.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *