Por Marielle Franco não vamos nos acovardar

É com muita tristeza que a diretoria da ADUFEPE manifesta sua indignação pelo assassinato da vereadora Marielle Franco, do PSOL do Rio de Janeiro e de Anderson Pedro Gomes, que dirigia o veículo que a conduzia, na noite desta quarta-feira, dia 14 de março quando foram assassinados brutalmente. É um momento de dor, pesar e também de indignação que deve se transformar em protesto constante. “Esperamos que as autoridades tomem as devidas providências na punição dos culpados desses crimes”, declara o presidente da ADUFEPE Augusto Barreto.

Marielle se apresentava como “cria da Maré” e foi a quinta vereadora mais votada do Rio nas eleições de 2016 com 46.502 votos. Era Socióloga formada pela PUC-Rio e mestra em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF), teve dissertação de mestrado com o tema “UPP: a redução da favela a três letras”. Trabalhou em organizações da sociedade civil como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm). Coordenou a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), ao lado de Marcelo Freixo. No domingo (11), Marielle denunciou uma ação de PMs do 41º BPM (Irajá) na Favela de Acari. Segundo ela, moradores reclamaram da truculência dos policiais durante a abordagem a moradores. Ela compartilhou uma publicação em que comentava que os rapazes foram jogados em um valão. De acordo com moradores, no último sábado (10), os PMs invadiram casas, fotografaram suas identidades e aterrorizaram populares no entorno.

Corajosa, sua atuação política  era inspiradora para  todos os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. Entre suas bandeiras de luta estava os direitos humanos, incluindo a denúncia da violência policial no estado do Rio de Janeiro. Para nós sua morte repercutirá em ações em sua homenagem e em respeito pela sua luta não vão nos acovardar. Marielle e Anderson, presentes!

 

 

Com informações extraídas do site http://vermelho.org.br/noticia/308783-1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *