Criado Fórum em Defesa da Educação Básica

Educadores de Pernambuco reúnem-se para criar o Fórum em Defesa da Educação Básica

Reunidas na sede da ADUFEPE na manhã desta quinta-feira (2), entidades representativas da Educação em Pernambuco criaram o Fórum Pernambucano em Defesa da Educação Básica.  Este fórum tem como objetivo lutar pela revogação da Lei 13.415 (Reforma do Ensino Médio) e pela rejeição da proposta de Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do atual Governo.  Para o Fórum, a Reforma do Ensino Médio e a proposta de texto da BNCC significam a privatização, mercantilização e a precarização do ensino.

Além da Associação dos Docentes da UFPE (ADUFEPE), participaram representantes do Colégio de Aplicação da UFPE (CAp), do Sindicato dos Professores do Estado de Pernambuco (Sinpro), da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM), da Associação Nacional de Política e Administração da Educação (ANPAE) e da União Nacional dos Estudantes (UNE). Neste encontro foi aprovado a realização de uma campanha denunciando aos professores, estudantes e a população em geral os prejuízos que causarão essa proposta à educação brasileira. Também foi agendada nova reunião para a próxima quinta-feira, dia 9, às 9h, na sede da ADUFEPE. Neste encontro serão ampliadas as discussões sobre quais ações deverão ser adotadas para combater essas medidas prejudiciais aos princípios universais da educação.

“Não dá para ficar só se contrapondo, é preciso pensar um conjunto de ações para enfrentar essa desconstrução da Educação Básica” disse o professor Edeson Siqueira, presidente da ADUFEPE. Entre as características nefastas da Reforma do Ensino Médio e a proposta da BNCC estão a limitação da obrigatoriedade do ensino da Língua Portuguesa e Matemática em detrimento de outras áreas, como Filosofia, Sociologia, História, Geografia, Educação Física e Artes, descaracterizando a educação como indutora da formação cientifica e cidadã dos jovens brasileiros.

 

2 comentários em “Criado Fórum em Defesa da Educação Básica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *