Docentes aderem ao Dia Nacional de Lutas

40 docentes participaram da assembleia geral que discutiu e aprovou adesão

à paralisação do dia 14 de setembro

A assembleia dos docentes da UFPE realizada na manhã desta terça-feira (12), aprovou por unanimidade a adesão ao Dia Nacional de Lutas, Mobilização e Paralisação em Defesa dos Serviços Públicos e Contra a Reforma da Previdência agendado para a próxima quinta-feira – 14 de setembro. Além da paralisação, na data escolhida os docentes participarão de atos na praça do Derby e em Boa Viagem (Recife) junto a outras categorias.

Durante as falas da plenária os professores defenderam a importância das mobilizações e da unificação das pautas. Eles lembraram os ataques sofridos pelos trabalhadores com as reformas do governo Temer, os cortes no orçamento, o fim da estabilidade, a terceirização e outras medidas. Também lembraram os problemas que atingem as universidades, como o exemplo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) que teve o calendário acadêmico afetado pela crise atual.

O dia 14 de setembro foi deliberado na reunião do Setor das Instituições Federais de Ensino (Ifes) do ANDES-SN no dia 18 de agosto e também tem a adesão da Fasubra, Sinasefe e outras entidades sindicais. O Dia Nacional de Lutas tem o intuito de lutar contra as reformas da previdência e trabalhista, o Programa de Desligamento Voluntário (PDV), a terceirização e a Emenda Constitucional (EC) 95/16 ( que congela os gastos públicos por 20 anos).

A assembleia também encaminhou:

– Divulgação de atos no dia 14 de setembro:  às 9h em boa viagem e às 14h, na praça do Derby;

– Panfletagem no dia 13 (quarta-feira), às 7h30, na entrada do campus Recife.

– Realização da Jornada Contra Ataques ao serviço público em outubro;

– Envio de três observadores para o III Congresso do Conlutas, de 12 a 15 de outubro;

– Repasse de contingenciamento ao Andes-SN.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *