Assembleia detalha ações para restituição de RT e elege Conselho

O corte da Retribuição por Titulação (RT) nos vencimentos de 352 professores e professoras aposentados da Universidade Federal de Pernambuco e familiares pensionistas – foram discutidos em Assembleia Geral Extraordinária, na manhã desta quinta-feira (5), no Auditório Paulo Rosas, na sede da ADUFEPE. A Diretoria do sindicato apresentou as medidas administrativas e jurídicas tomadas para que a UFPE restituísse os direitos dos sindicalizados. Além disso, nesta assembleia foram eleitos os representantes do Conselho Fiscal e dada a posse aos novos membros do Conselho de Representantes.

Saiba mais sobre o corte da RT

A documentação com a justificativa da devolução da vantagem foi elaborada pela Reitoria da UFPE, que encaminhou ao MEC e ao Ministério da Economia, o qual deverá promover a recuperação de vencimentos dos sindicalizados(as). O Ministério da Educação aprovou o pedido da universidade (feito na última sexta-feira) solicitando que fosse gerado o pagamento.

“Esse não é um corte qualquer. Está dentro de uma política de destruição das universidades, em especial com a redução dos salários dos servidores públicos. Nós fomos até a Reitoria e reivindicamos que a universidade fizesse uma força tarefa para  a justificar o direito de cada uma das pessoas atingidas pelo corte de vencimentos, uma vez que a folha de pagamento do mês de dezembro fecha nesta sexta-feira (6)”, detalhou o diretor Audisio Costa.

Durante a reunião, os assessores jurídicos da ADUFEPE pontuaram a evolução desse processo dos docentes atingidos por esse corte. “Em 2014, aconteceu este corte e atendendo à determinação da diretoria ADUFEPE  entramos com petição para recuperação dos vencimentos que foi já transitada em julgado, não mais cabendo recursos. Neste momento foi feita nova ação para que a decisão judicial fosse cumprida tendo a Justiça dado 30 dias para a universidade pagar e voltar a ser como era antes. Se porventura não houver a restituição na via administrativa, as vítimas serão abarcadas em nosso cálculo na ação coletiva para proceder com a execução dos valores”, adiantou o advogado Luciano Lemos Berka.

Para o também advogado Flávio Almeida, as intervenções na via administrativa foram importantes para agilizar a solução do problema.”A Diretoria optou também por essas frentes de batalha. Nós entendemos o que está acontecendo e sabemos que se trata de um ‘superministério’ da Economia. Agora, tudo passa por lá e é como se o servidor público fosse o inimigo”, complementou.

O presidente da ADUFEPE, professor Edeson Siqueira, destaca que a atuação está sendo realizada em todos os meios. “Vamos continuar com o compromisso com nossos sindicalizados. O encaminhamento administrativo já foi feito e o jurídico também. Já temos uma decisão sobre isso inclusive.  Nos colocamos sempre no caminho da boa luta e do bom combate em defesa dos interesses da categoria docente e da universidade pública, gratuita e de qualidade.”, esclareceu.

Apesar de sermos informados que esta ação atingiu várias universidades por todo o país, o corte das RTs não foi constatado em algumas das mais antigas, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro, de Goiás, do Rio Grande do Norte, da Bahia e de Santa Catarina. As mais novas também não identificaram o problema por não ter um corpo docente de aposentados ainda.

Eleição do Conselho Fiscal
Ainda durante a assembleia, foram eleitos os professores representantes do Conselho Fiscal da ADUFEPE. A equipe deverá trabalhar em parceria com a Diretoria no intuito de fiscalizar a prestação de contas da entidade sindical.

Confira a relação dos eleitos

Titulares

Tadeu Pinheiro
Ernesto Gurgel
Jorge Rocha

Suplentes

Vitor Navarreto
João Adauto
Marcos Vieira

Além do Conselho Fiscal, a ADUFEPE também conta com as atividades do Conselho de Representantes. Com professores ativos eleitos pelos Departamentos e Centro Acadêmicos e também aposentados, o grupo também atuará em parceria com a Diretoria no intuito de democratizar as ações.

Confira a relação parcial do Conselho de Representantes (ativos e aposentados)

Ana Maria Souto Maior
Artur Paiva Coutinho
Cila Maria Auxiliadora Cordeiro da Silva
Claudia Freire
Edson Rodrigues de Santana
Elaine Judite de Amorim Carvalho
Fabiana Moraes da Silva
Felisbela Maria da Costa Oliveira
Francisco Jaime Bezerra de Mendonça
Frederico Luiz Gonçalves de Freitas
Geraldo Bosco Lindoso Couto
Gilberto Gonçalves Rodrigues
Gorki Mariano
Guilherme Costa Varela
Helena Padilha
Henrique Gerson Kohl
Hermano Perrelli de Moura
Irani de Farias Cunha Júnior
Jarbas Souza
José Amaro
José Dilson Beserra Cavalcanti
José Marcos Francisco da Silva
José Sérgio Antunes Sette
José Valfrido de Santana
Karina Perrelli Randau
Manoel Eusébio de Lima
Marcos José Vieira de Melo
Maria Cicília de Carvalho Ribas
Mirella Bezerra Rodrigues Vilela
Murilo Artur Araújo da Silveira
Paulo Figueiredo
Ricardo Yara
Sadi da Silva Seabra Filho
Sérgio de Lemos Campello

Conselho de Representantes CAA

Titulares

José Dilson Beserra Cavalcanti
Sérgio de Lemos Campello
Artur Paiva Coutinho
Claudia Freire
Fabiana Moraes da Silva

Suplentes

Tânia Maria Goretti Donato Bazante
Gustavo Camelo Neto
Lucimário Góis de Oliveira Silva
Ana Márcia Batista Almeida Pereira
Amilcar Almeida Bezerra

 

Tombamento e doação de materiais
Por fim, na Assembleia Geral Extraordinária, deliberou pela doação dos materiais quebrados e em desuso da ADUFEPE para a a Associação dos Trapeiros de Emaús.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *