ADUFEPE repudia repressão durante Ocupe Brasília

Em atitude covarde, Governo golpista decretou a

“ação de garantia da lei e da ordem” na Esplanada dos Ministério

Foto: O Popular

A ADUFEPE repudia a ação da polícia militar durante o Ocupe Brasília e o decreto que autorizava a presença das Forças Armadas para controlar protestos. Ontem (24) o ato convocado pelas centrais sindicais levou 200 mil manifestantes à capital federal para protestar pela saída de Temer do governo, em defesa de eleições diretas e contra as reformas Trabalhista e da Previdência. Os manifestantes marcharam desde o estádio Mané Garrincha até o Congresso Nacional. Trabalhadores, estudantes e militantes de movimentos sociais de todos os estados do país participaram da manifestação.

Após o Ocupe Brasília iniciar de forma pacífica, a polícia militar entrou em confronto com os manifestantes de forma violenta. Policiais do DF utilizaram, indiscriminadamente, armas de fogo letais. De acordo com a Carta Capital, dois policiais militares do Distrito Federal sacaram armas de fogo e atiraram contra manifestantes. A Secretaria de Saúde do DF informou que há uma pessoa baleada internada no Hospital de Base. Dezenas de manifestantes foram feridos e quatro detidos.

À tarde, o Governo Temer em atitude covarde autorizou a convocação das Forças Armadas para conter as manifestações e deu ordem para esvaziar prédios da Esplanada dos Ministérios. Em reação à brutal violência da polícia, manifestantes se defenderam queimando pneus e montando barricadas. Rapidamente as tropas do Exército, Marinha e Aeronáutica se apresentaram na Esplanada dos Ministérios para ajudar a polícia na repressão. Na manhã de hoje (25) Michel Temer revogou o decreto, mostrando sua incoerência.

Enquanto isso, no congresso, deputados da base aliada do governo e da oposição discutiram. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara tentou colocar em pauta a Proposta de Emenda à Constituição 227/16, conhecida como PEC das eleições diretas. Mas a matéria foi retirada da pauta.

Apesar da truculência da polícia, o Ocupe Brasília foi um protesto histórico, que reuniu todas as centrais sindicais. As 200 mil pessoas presentes no ato fizeram do Ocupe Brasília a maior manifestação da capital federal na última década.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *