Professores de Escada protestam contra atraso de 13º e recebem apoio da ADUFEPE

Na manhã desta terça-feira, dia 09/01, professores da rede municipal de Escada, na Zona da Mata de Pernambuco, protestaram contra o não pagamento do salário de dezembro de 2017 e do valor de 1/3 referente às férias dos trabalhadores, além da falta de um calendário para 2018. A concentração da manifestação começou às 8h, em frente ao Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Escada (SINDPROME). De lá, a categoria seguiu em passeata pelos principais pontos da cidade.

De acordo com o diretor do SINDPROME, Luiz Carlos Lins, a entidade já protocolou denúncias contra a administração municipal junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), ao Ministério Público de Contas e ao Ministério Público Federal.“Diante dessa nossa ofensiva junto aos órgãos de controle, a Prefeitura iniciou um processo de retaliação a categoria e ao SINDPROME. Uma dessas ações foi questionar na Justiça a legalidade do Sindicato com base na Carta Sindical; baixar portaria devolvendo os professores liberados para a sala de aula e cortar o desconto em folha e o repasse dos recursos das contribuições dos sindicalizados para a entidade. Além disso, aprovou na Câmara de Vereadores, em sessões extraordinárias, uma reforma do Estatuto do Magistério e do Plano de Cargos e Carreiras”.

A ADUFEPE esteve presente na luta a favor da educação e dos professores do município. O presidente Augusto Barreto participou da caminhada, reforçando a justeza das causas defendidas pelos professores, lamentando as represálias promovidas pela administração do município contra a categoria.“Estamos aqui para demonstrar nossa solidariedade aos trabalhadores da educação de Escada e cobrar uma solução rápida e efetiva para o caso. A ADUFEPE destaca a importância da atuação do SINDPROME, como entidade organizadora e articulada da luta da categoria”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *